Opa, me chamo Daniel e tenho 39 anos! O que prosseguirei relatar aqui foi na verdade uma das duas mais grandes ensaios sexuais que já tive na vida, a outra contarei em outro conto, rs. Continuamente fui muito safado e pleno de fantasias por um longo tempo em minha vida a maior delas era saborear minha prima gostosa. Sou definitivamente doido por ela! Pensa em uma mulher gostosa e multiplica pelo infinito! Ainda vai faltar pra chegar nela.rsrs! Cachaça com cabelo encaracolado, com luzes e extenso até a nádegas e a bunda.. nossa que nádegas!!! Pensa numa nádegas empinada e grande, a rabo mas tesuda que já vi na vida! Não bastasse todo esse tesão de rabo, ela ainda tem coxas grossas e deliciosamente torneadas, com pelinhos pequenos e amarelinhos pois a gostosa os deixa assim pra me deixar ainda mais doido! Peito medio e redondinho e um rosto de menina timida e safada simultaneamente..rostinho pequeno, quadradinho e boca pequena. Uma senhora muito, muito bela que para o transito onde passa! Não tão somente eu sou insano por ela, mas muita gente! Como eu disse, desde juvenil sou doido por ela. Lembro quando eu tinha meus 16 e 17 anos e encoxava ela constantemente que podia ou deixava minha mão boba escorregar entre aquelas coxas e rabo. Ela constantemente deixava alguma coisa mas no final tirava e pedia pra eu deixar de ser safado..rsrsrs Safado é difícil de eu deixar de ser, porém idiota eu precisei aprender a deixar de ser kkk Estulto porque acabei apresentando a deliciosa da minha prima pra um dos meus melhores amigos, quando a delicinha tinha só 14 anos e acabou dando zebra, porque os dois namoraram e casaram anos depois e até atualmente são casados. Lembro dos longos anos que desejei ela em silêncio, pois finalmente ela era mulher do meu companheiro e não podia fincar a mão com ela e nem tentar seduzi-la. Imagina que deboche eu seria se fizesse isso…Porque bem.. eu fiz kkk Algumas vezes eu tentava me aproveitar dela, singularmente quando saiamos os 3 para baladas e eu deixava meu pau roçando nela quando dançavamos ou encoxava ela entre espaços lotados. Ou da outra vez que num auto-ônibus deixei minha rola defende mostrando na rabo grande e gostosa dela durante toda a viagem até eu gozar constituído um doido só de sentir aquela bunda empinada roçando no meu pau. Ou melhor ainda quando iamos a praia ou na piscina da vivenda deles e eu me fingia de bêbado e alisava aquela bunda e viravolta e meia encoxava ela por trás. Tudo isso e ela deixando, o que me deixava ainda mas insano por ela. Só que mesmo abusando discretamente dela rsrss, eu ainda travava bastante quando pensava em ir além e chegar nela. Quando era pra ir pra cima eu ficava receioso e desistia. Tinha susto de ela não admitir e descrever pro meu companheiro ou nossa família, afinal somos primos e eu tenho namorada. Isso seria horrível!! Foram longos anos com aquele libido por ela. Por muitas vezes estive solitário com ela mas não tive coragem de ir além. Hoje com 39 anos e ela com 34 é que finalmente decidi tomar coragem e sobre o dia em que decidi tomar coragem, é que vou racontar cá: Era verão, lá por final de dezembro. Estava de descanso em nossa cidade natal no Rio Grande Do Sul, visto que atualmente moro em outra cidade. Decidi visitá-la e tive a sorte de descobrir ela em casa sem a presença do marido naquele dia, o que na verdade era minha pretensão rsrs. Liguei pra ela mas cedo e avisei que iria, perguntei se teria desvantagens e se ela estaria desimpedido em vivenda que eu tinha saudade e queria vê-la. Ela me disse que tudo muito e que também tinha saudade e que me aguardaria em casa para tomarmos o nosso tradicional chimarrão juntos. Fui ansioso demais esperando encontra-la e imaginando como eu agiria e o que deveria fazer para convencer ela de ficar comigo, quando menos uma vez. Durante todo o trajeto eu ia pensando em diversas recursos, desde me declarar ou até mesmo chegar e agarra ela com força e tirar a roupa dela sem falar nada rsrss. Estava doido de tesão, meu pau um osso todo o tempo, imaginando a situação de nós dois ali sozinhos em vivenda e tudo o que poderia rolar. Então cheguei na vivenda dela, toquei a campainha para minha surpresa e pro doido tremor de minhas pernas, ela me atende com um micro-biquini de oncinha ( pra acabar com o equilibrio de qualquer um né? rsrs). Ela veio perfurar o buraco de biquini e me abraçou poderoso e eu correspondi com a mão na cintura dela, sentindo entre meus dedos as bordas do pequeno biquini que ela usava e algo daquela assento gostosa e enorme que ela possui. Lógico que dei aquele beijinho no pé do ouvido e senti ela arrepiando.. logo após tive que seguir andando detrás dela porque meu pau era um embaraço de tão teso e me constrangi de pensar que ela poderia perceber isso.. ela foi em direção aos fundos da moradia e eu atrás admirando aquela nádegas maravilhosa e me segurando pra não pular em cima dela constituído um tarado (que logicamente eu sou rsrs). Ela me esmolou para assentar em uma cadeira em na frente de a piscina de sua moradia, sentei e ela disse que iria entrar para preparar o chimarrão e logo traria. EU de pau bem teso lá sentado, pensava se deveria ir detrás e catrafilar ela na cozinha ou esperar o chimarrão e desenrolar uma fale sedutora e me declarar pra ela.. já até tinha essa fale ensaiada kkk. Logo não demorou muito com intenção de eu me preocupasse com uma situação.. ouvi uma voz fina e alta chamando o nome dela, olhei e era seu filho pequeno de 2 anos chamando. Na hora eu brochei e pensei que não conseguiria mas saborear a gostosa dos meus sonhos pois o fruto dela estava acolá e seria contraditório eu tentar consumir a mãe dele com o moleque ali rsrss. Pensa em alguém frustado? Sim, era eu.. e piorou quando de dentro da moradia saiu seu sobrinho adolescente de 16 anos e veio me cumprimentar. Não sei se dava oi ou mandava ele a merda kkkk Acho que de certa forma estes obstaculos fizeram eu relaxar e tirar da moleira as princípios de tentar alguma coisa aquele dia. Logo pensei em tentar alguma coisa dissemelhante e apenas conversar com ela e testar pra ver se podia furar uma possibilidade para um próximo dia. Queria fazer ela distinguir o que eu queria mas de uma forma muito sucinta sem que tivesse que dizer isso declaradamente. Ela trouxe o chimarrão, conversamos, ela me falou sobre o trabalho e sobre o estresse que vinha tendo com o excesso de obrigações e rotina. Lógico que eu malandro que sou concordei com ela e incentivei ela a transpor mas, se divertir, trespassar da rotina. Falei que estar casada poderia fazer com que ela se sentisse presa e não curtisse a vida. Que ela era muito linda e atraente e que deveria sair mas, aproveitar a formosura dela e se sentir bela, transpor e curtir. Ela adora dançar, perguntei pq não saia pra dançar com amigas e ela me disse que suas amigas eram casadas e não saiam muito e então me ofereci a trespassar com ela quando ela quisesse. Ela riu e diz que o marido era muito inquieto e não iria deixar que ela saisse e também não sairia junto porque trabalhava demais. Ela contou que elle chegava a ficar 3 dias viajando pra fora por conta do trabalho. Eu ficava ali imaginando quantas oportunidades eu teria de inserir minha rola grossa e dura nela em algum destes dias rsrsrs. Papo vai e papo vem, ela havia colocado um short pequeno por cima do biquini que deixava as coxas gostosas dela a totalidade modelo e eu não conseguia descontinuar de olhar. Ela notava e cruzava ainda mais para me provocar.. eu ia a loucura. Numa destas o cãozinho dela pula no meu colo e me suja toda a camiseta branca que eu vestia.. bendito cãozinho que fez com que eu tirasse a camiseta e mostrasse a ela meu belo condicionamento físico rsrsrs eu estava no auge do condicionamento, porque treinava pesado e estava bem demais rsrss. Ela logo comentou: – Nossa, vc está todo sarado.. se puxou na liceu hein! Eu comentei: Sim, treino maciço.. vc gostou ? Ela diz: Sim.. e riu discretamente! Senti que aquele era um prenúncio que eu poderia ir além.. ela pegou minha camiseta e levou para a sala de lavanderia da moradia que estaca em uma parte externa. Fui detrás com o chimarrão na mão enquanto conversávamos e eu olhava aquela nádegas gostosa naquele calção pequeno pálido. Ela foi para o tanque e colocou sabão na camiseta, ligando a torneira e ficando de costado para mim.. eu dizia tremendo a voz de tanta vontade de ir atras dela e encoxar aquele rabo gostoso! Me segurei e tentava respirar profundeza pra não fazer bobagem, porque o sobrinho e o filho dela estavam na casa e provavelmente ela não aceitaria minha investida. Enquanto lavava a camiseta ela comentou que eu estava muito belo e melhorava com o passar dos anos, dado que agora tenho 39 anos. Eu agradeci e diz que ela semelhantemente de ano em ano que passa era mas maravilhosa e… gostosa! Sim, como que inevitável eu chamei ela de gostosa e segurei meu pau por cima da calça olhando aquela nádegas sublime e liberando todo o safado tarado que existe em mim kkkk .. Naquele momento ela somente riu e seguiu olhando para a camiseta e esfregando ela.. eu sem pensar bastante, tremendo as pernas e de pau rígido me aproximei e encoxei ela por trás, sentindo meu pau entre aquela assento extensa, gostosa e sublime .. com a voz tremula perguntei se ela não queria que eu lavasse a camiseta.. ela também nitidamente nervosa diz que não, que eu poderia deixar que ela lavaria.. eu segui lá.. e disse: – Eu insisto! Deixa eu lavo! ( enquanto isso eu descia minha mão entre a cintura dela e aproximava minha barba de sua nuca.. Ela respirou fundura e não disse nada. Foi quando eu num ato de pura adrenalina e tesão baixei o short dela e a deixei só de biquini.. ela virou o rosto, olhou com olhos regalados para mim e disse: -Primo vc basta doido? O que é isso? O que vc está fazendo? Eu nervoso e tesudo respondi: – Tentei reprimir, prima, mas meu tesão por ti é contra-senso.. eu não aguento mas de vontade! Logo comecei a beijar seu pescoço e ela tentando transpor.. eu agarrei ela da cintura e com outra mão baixei minha bermuda e deixei meu pau rígido roçar aquela nádegas gostosa que tava sõ de biquini.. Na hora me subiu um calorão que achei até o momento que iria desmaiar de tanto tesão e nervosismo, porém acabei é agarrando ela mais possante ainda, empinando a bunda dela e colocando ela sobre o tanque de lavar roupas. Ela aconselhava para eu suspender que o sobrinho poderia entrar e ver aquilo e que não podia fazer isso, porque eramos primos e ela era casada e que isso era sem razão. Eu perguntei se ela não tinha vontade também e exigi que fosse sincera! – Diga que não tens vontade também? Diga que não fica louca que eu te pegue e te coma como o teu marido nunca te comeu? Ela só afirmava a mesma coisa falando baixinho pra absolutamente ninguém ouvir: – Para primo! Para com isso! Vai chegar alguém! O que é isso? Percebi que não poderia sustentar aquela situação de impasse por muito tempo e decidi agir ainda mais, foi quando puxei seu biquíni pro lado e coloquei meu pau vagarosamente em sua bocetinha que já estava molhadinha.. ela afirmava que não podia mas deixava a bunda empinada como que um prenúncio para eu continuar em frente, mas olhava pra porta assustada com pavor de alguém entrar.. coloquei minha mão em sua boca e a outra puxei ela com força pela assento e enfiei meu pau no profundeza da xoxota deliciosa dela.. estoquei com força e cheguei a chorar de tanto tesão.. era a sensação mas maravilhosa que já havia sentido na vida.. Lógico que não demorou bastante para eu gozar constituído um doido! Porém antes de gozar tirei meu pau e gozei naquela nádegas gostosa e esfreguei meu pau em toda ela, deixando ela toda melada.. Ela olhava assustada porém com faceta de tesão e pedia pra eu não racontar isso pra ninguém.. Eu respondi: – Lógico que não vou narrar, porém quero bastante mais que isso.. quero tudo de novo e varias vezes! Sou louco por ti! Não existe mulher no planeta que eu sinta tanto tesão como eu sinto por ti! Passei quase que toda minha vida sonhando com esse momento e foi maravilhoso! `Prometo todo sigilo e segredo do mundo mas não te prometo que prosseguirei me contentar com uma só vez contigo! Ela me olhou e disse: – Isso é muita loucura! Nossa, não acredito que a gente fez isso! Eu logo perguntei: – Você não gostou? Não tinha vontade de transar comigo? Ela ficou um tempo em silêncio e depois diz: – Eu tinha vontade e gostei.. e esse é o problema! Eu sou casada.. tu é meu primo! Isso ta inexacto! – Falso é a gente negar o sentimento e a vontade de viver a vida da melhor forma! Respondi e segui falando: – Lembra o que te diz sobre viver a vida? Tu és linda e gostosa e precisa existir mais e melhor.. deixa eu curtir junto contigo e te conceder todo o prazer que tu mereces ter! Ela olhou pra inferior e mas uma vez suplicou: – Nunca conte isso pra absolutamente ninguém, por obséquio! Eu concordei com a cabeça e puxei ela contra mim, abracei e beijei sua boca por uns 20 segundos até ela solicitar para interromper e para eu ir embora. Me despedi e fui embora, Mas voltei outras vezes e foram outras tantas vezes mais e melhores com a minha musa maior. Outras vezes que terei a deliciosa vontade de contar para vocês em outros contos.

garotas de programa (www.soasgatas.net)